Efeito ou circunstância que chegou a fase adulta, quando alguém atinge o completo desenvolvimento, quando alguém atinge o último estágio do desenvolvimento compreendido entre a juventude e a velhice.

É uma coisa interessante, pois a maturidade vem da palavra maduro e a consciência é considerada um fruto da criação humana e um fruto verde é marrento, azedo, duro. Mas um fruto maduro é doce, suculento, aprazível. Assim são as consciências, quando criança não tem nenhuma responsabilidade, e o que faz é só brincar, não passa confiança, e só resolve as coisas no faz de contas. Ninguém fecha um acordo com uma criança, mas ela precisa de tutores, no caso, os pais, que respondem por ela. Mas quando a criança cresce e se torna adulta, nós julgamos que a consciência amadurece e a pessoa passa a ser sensata, ajuizada, comprometida. Uma consciência assim passa segurança, firmeza no que fala, arranca asfalto na unha, como o dito. É nítido perceber quando uma consciência está madura, ela é doce, aprazível, e é nítido perceber também quando ela é imatura, sem sabor, marrenta, sem credibilidade. Ela não tem compromisso com nada, não tem palavra, não passa confiança. É tolice esperar alguma coisa de uma consciência assim, pois hoje ela está com você, e amanhã pode não estar mais. Nós sabemos, que é próprio da mulher, buscar um homem que a assuma como tal, a assuma como esposa e eu nem digo financeiramente, que também é bom, mas digo que a assuma como esposa, lhe dando moral, crédito, dignidade, respeito, que não se envergonha dela, e nem a menospreze.

Temos uma só vida neste mundo, e se nós a jogarmos fora não valeu a pena ter vindo a este mundo, pois não vivemos bem, prejudicamos os outros e nunca nos tornamos doce na vida. Nós estamos dentro de um propósito e temos que ser como Daniel, dignos para com o nosso Criador Deus e para com o nosso próximo. Se nós formos pessoas indignas com as pessoas, seremos também indignos para com Deus. Se você trai as pessoas com a sua conduta, trai também a Deus pela mesma conduta. Nós não temos que ser honestos só na frente das pessoas ou de Deus, mas a verdadeira honestidade se mostra quando estamos ausentes delas. A honestidade faz parte do brio de uma pessoa, do caráter, da honra, isto é, o que a pessoa é na sua frente, ela é em qualquer lugar. Mas quando uma pessoa só é honesta na sua frente, e por detrás ela o trai, que valor tem uma consciência assim?

Por O teu espírito diz