Eu gostaria de escrever um texto dos sentimentos que tenho no meu coração, mas sei que isto machucaria muitas pessoas. Sei que o sol nascerá amanhã, como sempre nasceu, e tudo voltará ao normal novamente, só ficarão as feridas, o resto tudo passará. Não sou masoquista, mas gosto da dor, ela machuca, mas eu gosto dela. Ela me faz uma pessoa melhor, mesmo porque eu já me acostumei com a dor. Parece até que quando eu não estou com ela, tem alguma coisa errada.

No mundo não há compreensão, e isto me dói muito na alma. Não dá para saber o que se passa dentro de uma consciência, porque na mesma hora que parece estar tudo bem, ela vira e fica tudo mal. Sabemos que todas as consciências têm um objetivo na vida e nada tiram elas deste objetivo. Se o propósito de Deus atrapalhar a consciência do objetivo dela, ele fica de fora, e normalmente esse objetivo está na carne, que é uma existência que a consciência tem em suas mãos. É triste ver que nenhuma consciência tem como objetivo o propósito de Deus, mas eu sempre disse: se uma consciência estiver bem na carne, tudo está muito bem, mas se ela estiver ruim na carne, o propósito da vida já era. É nítido ver onde os olhos de uma consciência brilha, onde ela queria estar. Por isso o caminho da vida está vazio, pois ele é pura purificação e tira as consciências de tudo o que elas querem na carne, pois ela deve se ligar ao espírito de Deus.

Só pelo espírito, a consciência terá a vida eterna dela, pois na carne ela cairá no vazio eterno. Nos hebreus está escrito dos santos da fé, que todos eles morreram na fé, sem terem recebido as promessas em vida, para nos mostrar que eles abraçaram a vida eterna do espírito mesmo não o vendo. E mesmo vendo a vida eterna de longe, contestaram que eram peregrinos e forasteiros neste mundo. De Moisés se diz que mesmo ele já sendo grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, preferindo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por pouco tempo desfrutar os bens do Egito. Rebeca também virou as costas para este mundo para se casar com o filho da promessa. Rute fez o mesmo, para buscar abrigo no Senhor.

Mas hoje, vejo que as consciências são fascinadas por este mundo, e não dão o menor crédito para a vida eterna delas. O espírito de Deus fica totalmente ignorado dentro delas, e como Isaías disse: não haverá amanhã para elas.

Por O teu espírito diz