Assim como os religiosos e até a ciência humana fazem confusão com a hermenêutica das palavras, até mesmo por semelhança, eles também fazem confusão entre a palavra oração e a palavra reza. Até o dicionário faz junção destas palavras, mas na verdade, a reza tem a característica de súplica a Deus, como se alguém tivesse pedindo alguma coisa, ou suplicando. Já a característica da oração é um diálogo com Deus e não súplica. Esta palavra reza foi introduzida pela igreja católica, que não falam com Deus, mas vivem rogando a Deus, vivem rogando favores, até mesmo por intercessões.

A diferença de uma ou de outra palavra está na relação que você tem com Deus, a reza seria uma relação de servo e senhor, e a oração seria a relação de filho e Pai. Um filho sempre tem uma conversa mais aberta com o seu pai, mas o servo está numa condição abaixo. Por isso que na época da comunidade de Israel era proibido aos sacerdotes entrarem no santo dos santos, no que, só o sumo sacerdote uma vez por ano entrava no santo dos santos, mas primeiro ele tinha que se purificar durante noventa dias para entrar. Isto mostra que eles eram servos, mas Davi como filho de Deus, chegou cansado de uma guerra com as mãos sujas de sangue e entrou no santo dos santos, sem sofrer nenhuma punição por isso, porque ele era filho, a diferença entre um filho de Deus e um servo está na ligação que a consciência tem, ou com a carne ou com o espírito de Deus. Paulo disse que todos os que são guiados pelo espírito de Deus, estes são os filhos de Deus. E mais adiante ele diz: não são os filhos da carne que são os filhos de Deus. Então, quando uma consciência é verdadeiramente ligada ao espírito, ela tem uma oração com Deus, ou seja, um diálogo de Pai e filho, mas uma consciência ligada a carne, nunca pode chegar diante de Deus com ousadia, mas tem que se colocar no lugar de servo, e isto para os que temem a Deus, porque para os filhos do diabo que julgam ser espirituais e querem ter um diálogo com Deus de Pai e filho, estes são ofensores contra Deus, mentirosos, hipócritas, falsos, detratores da verdade.

Primeiro a consciência precisa se purificar da carne, depois ligar-se ao espírito de Deus para se tornar um filho legítimo da vontade de Deus, como Paulo disse: a lei de Deus se cumpre em nós, consciências, que não andamos segundo a carne, mas que andamos segundo o espírito. E o que é andar pela carne ou andar pelo espírito? É andar pelo sentimento onde a consciência está ligada, se a tua consciência é ligada a carne pelos sentimentos, ela é carnal, mas se ela está ligada ao espírito também pelos sentimentos, ela é espiritual. Jamais uma consciência carnal sente o espírito e vice e versa, por isso é praticamente impossível uma consciência espiritual ter um diálogo de igual para igual com uma consciência carnal, pois elas sempre serão opostas em tudo, principalmente no entendimento. Isto porque, Ismael era filho da escrava, e ele julgava que era filho de Abraão, como Isaque, mas Isaque não foi filho de Abraão na carne, mas foi filho de Abraão por promessa, pois Sara não podia ter filhos, mas pela promessa de Deus, Isaque nasceu e ele ficou como o único herdeiro de Abraão, no que Ismael perseguia Isaque por isso, então nunca podemos ter um diálogo com Deus pela carne, mas só pelo espírito.

Por O teu espírito diz