A Babilônia simboliza este mundo, e foi concebido por Deus que ela destruísse Jerusalém, que era considerada a cidade santa de Deus, e isto por causa da sua desobediência. O profeta Jeremias lamenta muito a miséria do povo de Deus, que outrora fora grande entre as nações. Todo mundo a temia, porque Deus era com ela, mas agora se tornou tributária, e o que restou dela se espalhou pelo mundo, e os que ficaram em Jerusalém, a cidade que era santa, ficou em grande miséria e destruída. Não tinha mais os seus muros e nem os seus portões, os quais foram derrubados, e qualquer um podia entrar e ver a sua grande ruína.

Mas depois de setenta e dois anos, após esta tragédia, alguns dos irmãos que ainda moravam em Jerusalém, foram visitar a Neemias na cidade forte de Susã, a fortaleza, onde Neemias era copeiro do rei Artaxerxes. E Neemias perguntou por seus irmãos que ainda moravam em Jerusalém, e seus amigos disseram que eles estavam em grande miséria. No que Neemias chorou por sete dias. E Neemias, movido de grande compaixão buscou a Deus em seu coração e disse que pecara contra Deus, mas que queria reedificar a cidade de Jerusalém com a ajuda de Deus. E firme nesta decisão, pediu autorização e ajuda ao rei Artaxerxes, para que ele realizasse este seu intento.

Jerusalém era considerada a cidade santa de Deus, e simboliza hoje em nós, as nossas consciências. E nós vemos hoje como as Jerusaléns (consciências) estão destruídas, porque se rebelaram contra o senhor. Muros caídos, portas sem vidas, e o estado de miséria total. E como Neemias também, hoje eu conclamo o povo de Deus a reedificarem as suas consciências que estão em ruína. E a primeira coisa que Neemias fez com a ajuda de Esdras, foi separar o povo de Deus dos ímpios. Os homens, assim como as mulheres, despediram os seus cônjuges que não eram da linhagem de Israel. E até seus filhos, que eles tiveram com os ímpios, despediram também, para que o povo de Israel ficasse limpos das impurezas deste mundo.

Só ficaram nomeados para a reconstrução da cidade quem era realmente da descendência de Abraão, e na época de Neemias, a luta foi muito grande para reedificar a cidade, porque muitos se levantaram contra a reedificação da cidade. E muitos, até dos irmãos, desanimaram os que construíam as cidades. Eles até trabalhavam com uma espada em uma das mãos e com a outra trabalhavam na obra, pois muitos não queriam a reedificação. Eles ficavam o tempo todo dizendo: vocês não vão conseguir, e foi com muita luta e dedicação de Neemias, junto com Deus, que reconstruíram a cidade. E hoje eu digo o mesmo: vamos meus irmãos, reconstruir a nossa cidade e tenho feito tudo o que posso para não perder nenhum irmão.

Por O teu espírito diz