É interessante isto, Paulo fez uma primeira viagem missionária para plantar o evangelho de Cristo nos corações, e ele levou quatorze anos para voltar a Jerusalém, passou por inúmeros lugares, e foi plantando a semente do evangelho nos corações por cada local que passava. Só em Corinto ele ficou três anos hospedado nos fundos da casa de Áquila, foi ele e Barnabé. Depois de quatorze anos, eles voltaram a Jerusalém, mas deixaram em cada lugar que passaram, um irmão para que regasse a palavra de Deus todos os dias nas sinagogas. E chegando em Jerusalém, Paulo foi a igreja contar aos irmãos toda a viagem que fizera com Barnabé e de tudo o que acontecera. Mas passando uns tempos ele resolveu voltar a fazer a mesma viagem e passar pelos mesmos lugares que plantou, para ver como que estava a plantação de Deus que ele havia plantado. Teve lugar que houve progressão na sua pregação, mas em outros lugares, porém, os irmãos até esqueceram do que foi falado e Paulo voltou para relembrá-los do que foi falado. Por isso na igreja de Corinto, ele disse: eu plantei, Apolo regou, mas quem dá o crescimento é Deus, porque Paulo levou a palavra da verdade e Apolo entendeu esta palavra e ficou em Corinto falando com os irmãos todos os dias.

O propósito de Deus é para todos os seres humanos, mas ele só tem valor se praticado, por isso está escrito nos hebreus: não deixando a nossa congregação como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros e tanto mais quando vedes que vai se aproximando aquele dia. Porque? Se pecarmos voluntariamente depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, não resta mais sacrifícios por estes pecados, por isso a importância não só de pregar o evangelho, como regar todos os dias aquilo que se pregou, para que em tempo algum, não se desviam da verdade. Porque vejo que tem consciências que são mais consistentes, entende mais o que é falado, são mais fortes e andam no caminho da vida, outras, porém, são fracas, insanas e esquecem até aquilo que foi falado. Há de se saber que nós falamos do propósito de Deus, do porquê Ele nos criou e o que estamos fazendo neste mundo, a vida tem uma sequência no espírito, ela não morre com a carne, mas continua pelo espírito de Deus. A consciência que deve enxergar isto e dar sequência a vida pelo espírito, por isso a necessidade de trocarmos de existência agora, a carne pelo espírito. Uma vez feito isto gozaremos uma vida eterna lá no plano do céu pelo espírito, este mesmo espírito que Deus nos assentou pela vida e que já está em nós. É deste propósito de Deus que falamos todos os dias.

Por O teu espírito diz